Google– ou –

PLS - 177 / 2005

Estabelecerá que o estudante que possuir renda familiar superior a 30 salários mínimos deverá contribuir, com uma taxa anual, para a manutenção de seus estudos em instituição pública de ensino superior.

O Projeto de Lei estabelece que o estudante que possui renda familiar superior a trinta salários mínimos deverá contribuir para a manutenção de seus estudos em instituição pública de ensino de 3º grau. Essa contribuição será por meio do pagamento de anuidade, de valor correspondente ao custo que cada estudante representa para o curso que frequenta. Para o senador, essa medida será capaz de corrigir a distorção que existe no acesso às universidades públicas, que possibilita que alunos capazes de custear seus estudos em instituições privadas ocupem vagas que poderiam ser ocupadas por estudantes carentes.

Votos dos cidadãos

1.194 votos, 729 sim, 465 não

Filtrar gráficos

MasculinoFeminino

Votos dos políticos

7 votos, 0 sim, 7 não

Filtrar gráficos

MasculinoFeminino

Classificação do cidadão para este projeto

158 classificações
13%
12%
18%
6%
4%
47%

66 comentários

Square user masculino 418e2740fbf94a752b1882289354031b2dca271aa357d27789dd68e5c9a344c0

Jackson Batista

Deve-se desenvolver um projeto específico para regular a contraprestação para a sociedade desses alunos que se formam com bolsa integral do governo. Há carência de médicos, engenheiros, advogados públicos, sociólogos, assistentes sociais, professores, profissionais de todas as áreas. Todos os anos milhares de jovens se formam gratuitamente e não dão nenhum retorno à sociedade que indiretamente o financiou. Deve-se criar um programa de prestação de trabalho por um período proporcional ao tempo de curso a fim de que este bolsista retribua a caridade/ oportunidade que lhe foi concedida e, assim possa contribuir para o desenvolvimento da comunidade e redução real das desigualdades sociais.

Square user masculino 418e2740fbf94a752b1882289354031b2dca271aa357d27789dd68e5c9a344c0

DANIEL ROMEIRONão

Quem paga imposto tem direito aos serviços públicos. Divergir disso é agir como juiz de vara trabalhista, que ferra com o empresário para se sentir justiceiro social, uma espécie de Robin Hood.

Square user masculino 418e2740fbf94a752b1882289354031b2dca271aa357d27789dd68e5c9a344c0

Anonimvs AnonimatvmSim

Finalmente, um projeto razoável desse débil mental...

1043894422296564

Alessandra T. VasconcelosNão

Vivemos em um país capitalista, portanto exite muitos ricos que um dia foram pobres. Igualdade é para todos.

100004042424286

Silvana ResendeSim

Na verdade a melhor forma de se universalizar o estudo é aprovando uma lei em que TODOS os alunos de faculdades públicas ou beneficiados com os projetos gratuitos de escolas (Prouni) devam pagar à sociedade com trabalho durante pelo menos dois anos, recebendo um simples para sua manutenção, como se fosse um estágio. Assim teremos médicos, engenheiros, psicólogos, etc prestando um serviço à sociedade que o financiou.

100000207784287

Vívian SantosSim

Essas pessoas também pagam impostos. Neste caso, estariam isentas do mesmo?

1679434041

Viviane Ferreira de ArrudaSim

Já que quem ganha mais de 30 salários poderia pagar uma universidade particular, já que as instituições públicas são destinadas a quem não pode pagar!

Square user masculino 418e2740fbf94a752b1882289354031b2dca271aa357d27789dd68e5c9a344c0

Fabio NataliSim

Muito justo, é muito melhor que as bolsas famílias, já que quem paga a bolsa família são todas as famílias, mesmo quem ganha bem menos que 30 salários mínimos. Já nesse caso só quem ganha muito é que arcara com o custo, ou seja, uma legítima política de distribuição de renda.

1660305506

Fabricio MagnoNão

O Governo deveria fiscalizar o uso da verba atual e manter o foco punindo severamente quem desvia verba! Quanta pilantragem! Onde já se viu?! O povo pagar tributos pesados e agora pagar uma taxa EXTRA?!

642438190

Andressa FerrazNão

wtf!

1516272104

Priscila NascimentoNão

As universidades públicas são pagas com nossos impostos, que já são diferenciados para ricos, classe média e pobres. Se já pagamos impostos demais para a manutenção delas não se deve cobrar taxas de ninguém que tenha conseguido ingressar nas universidades públicas. Se quiser que os ricos não ingressem em universidade pública para que haja mais vagas para a classe média e pobres, então é preciso haver melhorias e mais exigências quanto a grade curricular e pré-requisitos dos professores de universidades particulares, porque o motivo dos mais ricos terem interesse em universidades públicas é que a qualidade de ensino é maior do que nas universidades particulares.

Palha%c3%a7o chorando

Marta GoulartNão

Garanto q o pai desse aluno ja contribui muito com os impostos altissimos q paga, neste Pais...se tem cotas para tudo...entao nao precisa disso, NAO...

635142307

Isabela TaylorNão

O Brasil já tem taxas tributárias abusivas e mesmo assim serviços medíocres e vergonhosos. Nos obrigar a pagar mais uma taxa não garante a melhora do ensino e, sim, mais um lugar de onde desviar verba pública.

Essa é velha, Crivella.

Square user masculino 418e2740fbf94a752b1882289354031b2dca271aa357d27789dd68e5c9a344c0

Romiti100 .Não

Já pagamos impostos demais. Quando a classe política parar de roubar nossos impostos, sobrará dinheiro pra tudo !!!!!

100000926509049

Rodrigo SilvaSim

Acho uma medida maravilhosa não faz o menor sentido um seringueiro do nordeste ou favelado do rio pagar universidade para playboy do sul, sudeste ou centro-oeste.
Gratuidade só para pobre e os 5% melhores universitários na forma de bolsa.

1733485367

Rainier BarbieriNão

O direito de frequentar uma escola de ensino público de 3o. grau que pode possuir uma especialização superior ao de qualquer outra escola de ensino particular DEVE SER RESPEITADO. Basta com essa política assistencialista e vamos dar oportunidade a que tem MÉRITO, independente de sua origem social, etnia, religião ou sexo. Devemos formar homens e mulheres responsáveis com qualidade intelectual para o seu sucesso nas carreiras e especializações que escolherem ao invés de frustrar o futuro desses jovens.

100001695010336

Isaias SantosNão

Não, pois primeiro começa cobra-se uma taxa anual, depois uma mensalidade pequena, depois pode uma mensalidade do preço de mercado! Dai, começa cobrar dos mais pobres uma contribuição anual, depois começa a cobrar dos mais pobres uma mensalidade pequena, depois cobram uma mensalidade de mercado dos mais pobres, o que o tirará a possibilidade de estudar. As universidades públicas devem ser pública, de qualidade e gratuita.

100000119397175

Leonardo FernándezSim

Desde que ele possa abater a taxa anual do IR...

1027620972

Marcos ErbistiNão

O cidadão já paga impostos proporcionais à renda. Não faz sentido cobrar ainda mais pela educação.

Square user masculino 418e2740fbf94a752b1882289354031b2dca271aa357d27789dd68e5c9a344c0

Lucas PingretNão

Discriminação...como seria o critério de avaliação ????
O melhor seria que todos mas absolutamente todos, após se formarem dedicassem 2 anos de sua carreira prestando serviço ao Brasil nas prefeituras de interior.
Acabava com a hipocrisia de supostos profissionais estrangeiros e formaríamos profissionais brasileiros.
Seriam distribuídos pelo tipo de formação e amparados pelo exercito que tem acomodações em todo território nacional.

Carregar mais comentários