Google– ou –

PLS – 173 / 2010

Autorizará o Poder Executivo a criar o Museu Ferroviário Nacional Barão de Mauá, no Rio de Janeiro, capital.

O projeto autoriza o Poder Executivo a criar o Museu Ferroviário Nacional Barão de Mauá, na área do complexo da Estação Barão de Mauá, localizada na Avenida Francisco Bicalho, Santo Cristo, no Rio de Janeiro, Estado do Rio de Janeiro. O Museu Ferroviário Nacional Barão de Mauá vai incorporar o Museu do Trem do Rio de Janeiro, a ser transferido da área em que está localizado, no complexo da extinta Oficina de Locomoção do Engenho de Dentro, no Rio de Janeiro, para área disponível no complexo da Estação Barão de Mauá. O Museu deverá incluir um Parque Temático de Transporte sobre Trilhos, para dinamizar seu funcionamento e gerar recursos para a sua sustentabilidade. O Museu Ferroviário Nacional Barão de Mauá deverá ser vinculado ao Instituto Brasileiro de Museus (IBRAM), do Ministério da Cultura, e deverá atuar como pólo gerador de uma política nacional de preservação do patrimônio histórico e cultural ferroviário. O Poder Executivo deverá, através do Ministério dos Transportes, desenvolver o projeto e implantar o Museu Ferroviário Nacional Barão de Mauá. Segundo o deputado, as estradas de ferro tiveram fundamental importância para a construção da história e do desenvolvimento do Brasil e do nosso povo. A partir da inauguração da primeira delas, a Estrada de Ferro Mauá, em 30 de abril de 1854, fruto do espírito pioneiro e empreendedor de Irineu Evangelista de Souza, o Barão depois Visconde de Mauá, as ferrovias se expandiram por todo o país, transportando pessoas e cargas, desbravando fronteiras, levando o progresso. Outro ponto é que o Museu do Trem do Rio de Janeiro foi deixado de lado pelas autoridades, e até perdeu parte da sua área externa para o Estádio João Havelange. Institucionalizar o Museu Barão de Mauá vai dar maior significância e garantirá seu adequado funcionamento e ampliação, com a absorção do Museu do Trem do Engenho de Centro e a adição de um Parque Temático. Permitirá, ainda, que o Museu Ferroviário Nacional Barão de Mauá já nasça vinculado ao IBRAM – Instituto Brasileiro de Museus, entidade à qual compete a gestão dos museus vinculados ao Governo Federal.

Votos dos cidadãos

383 votos, 145 sim, 238 não

Filtrar gráficos

MasculinoFeminino

Classificação do cidadão para este projeto

1 classificações
0%
0%
0%
100%
0%
0%

10 comentários

100000006099388

arney BarcelosSim

URGENTE!!!

Square user masculino 418e2740fbf94a752b1882289354031b2dca271aa357d27789dd68e5c9a344c0

Juliano NunesSim

Investimento em cultura e revitalização da história ferroviária brasileira, deve ser feito, sem dúvida! claro que ferrovias não devem ser apenas peças de museu! vamos lá Senador que tal agora um projeto para modernização e construção de mais linhas férreas???
Me parece que muitas das pessoas pessoas que votam não lêen os textos das leis, que pena...

Square user masculino 418e2740fbf94a752b1882289354031b2dca271aa357d27789dd68e5c9a344c0

Tatiana ViannaSim

Investir em História é investir em cultura, é nosso direito e mais do que direito que o nosso dinheiro seja em prol da memória nacional, portanto, para nós, em vez de parar em cuecões e bancos no exterior .
Investir na memória do Rio de Janeiro e do Brasil é muito importante, povo que não tem história, não tem cultura.

Square user masculino 418e2740fbf94a752b1882289354031b2dca271aa357d27789dd68e5c9a344c0

Renan A.Sim

Investimento em cultura é investimento em educação. É importante sim a construção de museus.

Square user masculino 418e2740fbf94a752b1882289354031b2dca271aa357d27789dd68e5c9a344c0

Cleyton Soares AbreuSim

Museu ser de iniciativa privada? Sério que vc pensa assim?

Acho que o dinheiro reservado aos transportes deveria ser aplicado para construção de ferrovias e melhoria de portos e aeroportos. Mas um museu é importante, sim. Se você não adquiriu o hábito ou o gosto de conhecer a História, já são outros 500.

1713356968

antonio luis vergaNão

sr paulo duque.com tantas reformas pendentes.o sr me vem com essa?isso prova o quanto os nossos policos trabalham pela naçao.sao tantos milhoes pagos a voces pra ficarem trocando nome de praças.acorda povo brasileiro.e esses politicos que queremos no futuro das nossas crianças.

Square user masculino 418e2740fbf94a752b1882289354031b2dca271aa357d27789dd68e5c9a344c0

Allan GehringNão

Penso que o Visconde de Mauá ficaria muito mais satisfeito (assim como todos nós) se os recursos para o tal museu fossem investidos em ferrovias.

100000204302270

Lucas Giraldi Rapchan AguilarNão

Museu ferroviàrio? E o Brasil lá tem ferrovias? Por que nao investimos esse dinheiro mal gasto e construimos as ditas ferrovias que tantos benefícios trariam? Aí sim, daqui uns anos poderíamos nos dar ao luxo de ter o tal do Museu da Ferrovia.
Abraços.

Square user masculino 418e2740fbf94a752b1882289354031b2dca271aa357d27789dd68e5c9a344c0

Isaias CanêdoNão

Museu tem que ser algo da iniciativa privada não do dinheiro do povo. Há muitas prioridades que o país precisa antes de museus.

Square user masculino 418e2740fbf94a752b1882289354031b2dca271aa357d27789dd68e5c9a344c0

Francisco de Assis B. BatistaNão

Bom dia, com nosso estado precisando que tantas coisas mais importantes sejam vistas, re-vista, e até mesmo a ser feita, o porque se gastar dinheiro público, e tempo, com esse tipo de coisa, e no momento desnecessára, será mais uma cidade da música pra nos cidadôes financiar e bancar, DESNECESSÁRIO, abraços.