Google– ou –

PLC – 7233 / 2010

Proibirá a importação e comercialização de cigarros aromatizados, com substâncias que atenuem o gosto, o cheiro ou os efeitos da nicotina.

O projeto proíbe a importação e comercialização de produtos fumígenos (cigarros, cigarrilhas, charutos) aromatizados. A proibição se estende a qualquer produto fumígeno aromatizado ou que contenha qualquer tipo de substância aromática que venha mascarar, atenuar o gosto, o cheiro ou os efeitos da nicotina ou de qualquer outro princípio presente nos produtos fumígenos. Os fabricantes de qualquer produto fumígeno terão que apresentar à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) informação sobre ingredientes e aditivos acrescentados em seus produtos. A indústria de produtos fumígenos fica proibida também de usar termos como "light" (leve), "low" (baixo), e "mild” (suave) em seus produtos. Segundo o deputado, os cigarros aromatizados atraem crianças e adolescentes ao fumo, além de viciar bem mais que os cigarros normais, pois são mais agradáveis, o que leva os jovens a ingerirem mais vezes, dando a tragada por mais tempo. Ele afirma que sabores como “a menta, por exemplo, tem poder anestésico, que ameniza a irritação na garganta, e o chocolate, por sua vez, dilata os brônquios, aumentando a absorção da nicotina pelo organismo.” O objetivo do projeto é evitar um aumento no consumo de cigarro, e o crescimento do número de jovens viciados.

Votos dos cidadãos

232 votos, 139 sim, 93 não

Filtrar gráficos

MasculinoFeminino

Classificação do cidadão para este projeto

3 classificações
0%
0%
33%
0%
67%
0%

5 comentários

Square user masculino 418e2740fbf94a752b1882289354031b2dca271aa357d27789dd68e5c9a344c0

DANIEL ROMEIROSim

Se colocar um sabor de jiló ou de piche ajuda bastante.

Square user masculino 418e2740fbf94a752b1882289354031b2dca271aa357d27789dd68e5c9a344c0

Usuário excluídoNão

Independente se uma substância atenuante atrai/induz um maior consumo, de jovens ou não, o que importa é a permissão (ou não ) do consumo de cigarro. As bebidas "ice", por exemplo, deveriam também ser proibidas? Ou, no sentido contrário, se as drogas proibidas tivessem gosto ruim então elas poderiam ser legalizadas? Uma coisa não tem nada a ver com a outra. Se o consumo de cigarro é permitido, então não é um "atenuante" que deve ser proibido.

Square user masculino 418e2740fbf94a752b1882289354031b2dca271aa357d27789dd68e5c9a344c0

Renan A.Não

Por um lado é errado limitar o uso de uma substância legal, por outro é interessante coibir os meios de introdução do jovem ao tabagismo mas será que existe mesmo a correspondência? Fica aí uma dúvida que deveria ser sanada por estudos e não apenas palpite. Enquanto não houver prova de que as substâncias atenuantes tenham papel relevante na introdução do jovem ao tabagismo fico com o não.

Square user masculino 418e2740fbf94a752b1882289354031b2dca271aa357d27789dd68e5c9a344c0

Mickael BarbieriNão

O projeto mostra a preocupação com os jovens e isso é importante, mas não vejo interessante, sinceramente, a questão do proibir a importação e comercialização. Se é para proibir, que o faça, também, com os cigarros normais, pois, será esse último o alvo dos jovens que queiram fumar. Talvez fosse melhor pensar em projetos que visem a uma maior e intensiva conscientização.

Square user masculino 418e2740fbf94a752b1882289354031b2dca271aa357d27789dd68e5c9a344c0

Jean RochaSim

Comecei a fumar experimentando os de menta, coisa de adolescente... hoje estou penando pra parar de fumar. 30 dias sem cigarro!!! xD