Google– ou –

PLC 28-2017-substitutivo

Regulamentará aplicativos móveis de transporte (ex: Uber e Cabify), sem exigência de licença da Prefeitura; estabelecendo cobrança de tributos; determinando exigências para motoristas e empresas de aplicativos.

No dia 31/10/2017, os senadores aprovaram este projeto de lei, mas com mudanças no texto. Então, como houveram alterações, este projeto de lei vai voltar para a Câmara para ser votado novamente pelos deputados. Veja abaixo os principais tópicos da nova versão deste projeto de lei (atualizado em 01/11/2017):

- Os senadores retiram do texto a obrigatoriedade do uso de placas vermelhas nos carros e a exigência de que o condutor seja proprietário do veículo;

- Os municípios terão apenas a competência para fiscalizar o serviço dos aplicativos. A prefeitura não terá o papel de autorizar o exercício da atividade como estava previsto no texto original da Câmara;

- O aplicativo será obrigado a mandar para a prefeitura a sua base de dados, o seu cadastro. A prefeitura vai ter acesso a quantos são os motoristas do Uber, onde estão e quem são;

- Os motoristas deverão possuir Carteira Nacional de Habilitação na categoria B (automóvel, caminhonete, utilitário) ou superior; inscrição como contribuinte individual no INSS; e contratação de seguros de Acidentes Pessoais a Passageiros (APP) e Obrigatório de Danos Pessoais causados por Veículos Automotores de Vias Terrestres (DPVAT).

---------------------------------------------------------------------------------------

Esta proposta de lei já foi aprovada na Câmara dos Deputados (onde o número original dela era PLC 5587-2016). Agora, ela está em tramitação no Senado, onde sofreu várias mudanças no texto.

Abaixo você verá os principais tópicos desta proposta já com as mudanças feitas pelo senador Pedro Chaves no dia 26/09/2017:

Esta proposta de lei quer regulamentar os serviços de transporte via aplicativo como Uber, Cabify, dentre outros.

Será criado uma uma nova figura legal, de transporte privado individual remunerado, caracterizado como “serviço remunerado de transporte por veículos particulares, não aberto ao público, previamente contratado por intermédio de provedor de aplicações de internet”.

Licença para operar:
A regulamentação e fiscalização deste serviço será responsabilidade das prefeituras. Mas não haverá a necessidade de licença das prefeituras.

Placas vermelhas:
Não haverá exigência de placas vermelhas para os carros, como exigia o texto original deste projeto de lei.

Tributos:
Haverá cobrança de tributos municipais devidos pela prestação do serviço.

Será exigido:
- licenciamento anual de veículos:
- contratação de seguros;
- habilitação dos motoristas com observação de exercício de atividade remunerada;
- inscrição dos motoristas como contribuintes no INSS;
- comprovação da ausência de antecedentes criminais.

Obrigações das empresas de aplicativos:
- As empresas donas dos aplicativos deverão manter sede, filial, ou representação no Brasil;
- Deverão armazenar as informações sobre as viagens realizadas, nas condições determinadas pelo Marco Civil da Internet;
- Deverão proibir a participação de motoristas com os antecedentes criminais.

Pegar passageiro no ponto:
A oferta direta do serviço a passageiros em pontos de ônibus continua sendo proibida, para evitar o transporte ilegal. O passageiro só poderá solicitar o serviço via aplicativo.


Fonte: Senado Notícias

Votos dos cidadãos

1.059 votos, 226 sim, 833 não

Filtrar gráficos

MasculinoFeminino

Classificação do cidadão para este projeto

35 classificações
6%
14%
0%
23%
0%
57%

25 comentários

2136280176382639

Amanda BaruchSim

Toda profissão ou serviço deve ser regulamentado, é assim em qualquer lugar civilizado: aparentemente menos no Brasil, porque os brasileiros não querem.

946045422248365

Marcos RossaneziSim

Sou motorista de aplicativo tenho 52 anos e não vejo a principio problemas na regulamentação. Só sinto não ver no projeto nada no tocante a segurança e remuneração do motorista. Por conta do desemprego ( que no meu caso dura mais de 4 anos ), nos expomos a esse trabalho praticamente por nossa conta e risco, vemos diversos casos de motoristas mortos que não tem nenhum tipo de amparo para seus familiares, ( caso recente do Erick morto em guarulhos por esse dias).

Square user masculino 418e2740fbf94a752b1882289354031b2dca271aa357d27789dd68e5c9a344c0

Alan RochaSim

Toda profissão ou serviço deve ser regulamentado, é assim em qualquer lugar civilizado.

Square user masculino 418e2740fbf94a752b1882289354031b2dca271aa357d27789dd68e5c9a344c0

Lucas RibeiroNão

Ridículo, o povo precisa de menos intervenção do estado, em tudo o estado quer colocar a mão e levar uma fatia do bolo sem ser convidado. Os motoristas de aplicativo já não tem um ganho excelente, ter que ficar dando dinheiro para o governo ainda é demais. Chega de imposto em tudo que as pessoas consome, o tanto de imposto em todos os produtos que tem hoje em dia, se fosse aplicado corretamente para a população e não em roubo, já resolveria boa parte dos problemas da nação.

1903544023066568

Joao Luis FreitasNão

Mais impostos ?

1903544023066568

Joao Luis FreitasNão

Só inventando mais impostos???

10205827514766711

Ayslan MeloNão

Isentar motorista mas aplicar no "dono" é o mesmo que aumentar o valor cobrado aos motoristas. Sendo assim, no final eles sempre pagarão!

10207444333841525

Lúcio VieiraNão

Isto está entre meio ao fogo cruzado. Como conseguir apoio a regulamentação e assim ao pagamento de impostos se essa cobrança escoará pelos ralos da corrupção? E como uma profissão não pagar imposto se todos pagamos? Sem falar que boa parte dos que prestam esse serviço são desempregados!

1661664315

Tenorio FigueiredoSim

Não podemos deixar os aplicativos correrem solto, esta regulamentação é plausível. Por que isentar os motoristas de impostos se eu preciso pagar os meus?

1789364757

Luiz AlvesNão

Chega de impostos para essa corja roubar.

1625750267725987

Ricardo BuenoNão

Leis feitas por políticos donos de táxis ou que ganham dinheiro com isso, criam essas leis ora ferrar os concorrentes.

1322447289

Bruno FalceNão

parem de nos atrapalhar menos leis menos regras

Square user masculino 418e2740fbf94a752b1882289354031b2dca271aa357d27789dd68e5c9a344c0

Lucas RedNão

querem botar imposto em tudo!!!! fala serio.

1875952706052889

Gustavo SilvaNão

Isso seria um grande empecilho para a liberdade econômica, além da liberdade comum também.

Square user masculino 418e2740fbf94a752b1882289354031b2dca271aa357d27789dd68e5c9a344c0

Jorge Luiz de Lima Caldas CaldasNão

Infelizmente começou a doer no bolso dos tradicionais taxistas que estão acostumados a estabelecer sua tarifa abusiva principalmente em cidade pequena que não exige taxímetro onde os mesmos cobram o que acham justo pra eles é claro. Deixem o povo trabalhar não estão fazendo nada de errado só tentando ganhar a vida de forma honesta e melhor do que os "verdadeiros" donos dos pontos amarelos e brancos. Sem falar que a qualidade..conforto..atendimento do UBER é centena de vezes melhor que o taxista, isso porque os mesmos tem incentivo para comprar carro novo.

415438762204618

Rodolpho Neto

PT não gosta de Pobre andando de Uber

Square user masculino 418e2740fbf94a752b1882289354031b2dca271aa357d27789dd68e5c9a344c0

Artur Vieira Gomes NetoNão

O Uber salvou milhares de pessoas da crise e do desemprego. Mais impostos mais roubos, que é ultrapassado é os sistema falido de Taxi! Se esta PLC, fica notório os interesse.

821013891315049

Eliane LimaNão

Mais impostos pra desviarem da real utilidade, NAO.

Crism

Cristiano SouzaNão

As pessoas podem escolher livremente o serviço a usar. Não há necessidade de mais regulamentação.

1959762354296813

Gabrielle PereiraNão

Uber é mais seguro que muitos táxis por ai. Só estão pensando nos impostos.

Carregar mais comentários