Google– ou –

PEC – 231 / 1995

Reduzirá a jornada de trabalho de 44 para 40 horas semanais e aumentará o valor da hora extra de 50% do valor normal para 75%.

Este projeto de lei reduzirá a jornada de trabalho de 44 para 40 horas semanais e aumentará o valor da hora extra de 50% do valor normal para 75%.

Votos dos cidadãos

893 votos, 645 sim, 248 não

Filtrar gráficos

MasculinoFeminino

Classificação do cidadão para este projeto

175 classificações
37%
18%
13%
10%
3%
18%

66 comentários

Square user masculino 418e2740fbf94a752b1882289354031b2dca271aa357d27789dd68e5c9a344c0

DANIEL ROMEIRONão

A remuneração de 50% já é suficiente, o problema é que há descumprimento impune.

100002646825333

João LiraNão

Sou favorável que reduzam a jornada, mas sou contra a questão da hora extra.

100003707965308

Victor MarcolinoSim

Claro q sim.. essa jornada de trabalho e abusiva sem contar q isso se soma ao sucateamento de profissões por causa da terceirização, reduzindo o salário do trabalhador.... E outra isso possibilitaria uma pessoa a trabalhar em dois empregos ou ter mais tempo pra se qualificar ou passar com a família... em países desenvolvidos a jornada de trabalho e muito menor que essa.. eh claro q também tem q oferecer incentivos fiscais as empresas pra que isso ocorra.. com mais dinheiro no bolso do trabalhador aumenta o consumo.. E consequentemente geração de empregos, o lucro das empresas e a arrecadação do governo..

100000505024565

Lucas PingretNão

E A VAGABUNDAGEM VAI PRA GALERA...MANÉ !

502094867

Felipe LordeloNão

Tem emprego sobrando não é?

Square user masculino 418e2740fbf94a752b1882289354031b2dca271aa357d27789dd68e5c9a344c0

Usuário excluídoNão

Aconteceriam milhares de demissões automaticamente.

100003707965308

Victor MarcolinoSim

Claro que sim Basta ver em outros países a jornada de trabalho é sempre menor do que a do Brasil. Quem diz que vai aumentar custos de produção está totalmente errado pois com o trabalhador mais descansado aumenta-se a produtividade e com mais tempo aumenta-se as chances de qualificação, aumentando ainda mais a produtividade e os salários; não se trata de obrigar as empresas a ser boazinhas se trata de simplesmente caminhar a uma tendência mundial; as empresas já lucram muito, acho que não seria impactante de forma nenhuma em custos , muito pelo contrário.

1200166153

Miguel SilvaSim

Demorou. As pessoas precisam de mais tempo para cuidar das suas vidas, consumir, e isso ajuda a gerar mais empregos de menos horas.

Mas essa redução deve acompanhar uma mudança no funcionamento do trabalho. Sem redução nem simplificação tributária, fica difícil. Isso tem que fazer parte de um programa, que simplifique as relações, os encargos, tanto para funcionários quanto empresas.

Square user masculino 418e2740fbf94a752b1882289354031b2dca271aa357d27789dd68e5c9a344c0

Leonardo AraujoNão

Ou seja, aumenta o custo de produção no Brasil, tornando o país cada vez menos competitivo. Alguém realmente acha que isso trará mais empregos?

Dsc04294 paint 02

Jose Eduardo Mendes

Como sempre o Estado obrigando as empresas a serem "boazinhas". Nosso país realmente não conhece nada do mercado... O pior é que a Lei é valente somente com as estatais, as outras empresas dão de ombros!!!

100003613976237

Julio ChionhaNão

Reduzir a carga horária sim, mas aumentar a hora extra não

749641235

Guillaume Do BrasilNão

Poderia ser até possível abaixar a carga semanal, mas tem que ter compensação para os empregadores, que já pagam uma quantidade absurda de impostos. Eles não podem acatar sozinho os custos da medida.
Do jeito que esta, essa medida vai destruir muitos empregos.

100000744974632

Marta GoulartNão

Bora trabalhar num projeto para se ganhar mais e nao trabalhar menos que eh o q se mais faz no Brasil...com um calendario inutil, feriados, dias santos e Copas...parece q ninguem aqui precisa trabalhar, vivem de rendas...so politico eh que nao trabalha demais, tem muitas folgas e ganha muito bem por sinal...quer trocar comigo !!!

100000745410576

Alex KlenNão

Na teoria é tudo muito bom, tudo muito bonito, quem não quer ter mais tempo com a familia e ganhar mais? É um sonho bonito, que é possivel sim, mas com trabalho, crescimento e produção, não através do bem comum surgido do vento como esses comunistas esperam. Mas o pessoal precisa pensar mais a frente nas consequencias.
Diminuir a carga de trabalho e aumentar a hora extra significa mais custos, isso sem falar do custo Brasil que é altissimo por conta dos impostos. Mais custos significa aumentar o preço do produto ou serviço final oferecido pela empresa repassando esse custo para a população. Isso significara menos vendas, menos circulação de dinheiro. Ou seja os 2 lados perdem, tanto o produtor como o consumidor, menos o governo que sempre ganhara o seu imposto pago em dia. Com o valor mais caro dos produtos, o parcelamento aumenta, os emprestimos aumentam, a divida aumenta, quem ganha são os bancos e o governo como sempre. Tudo isso criando um efeito dominó na economia brasileira, aumentado ainda mais o custo Brasil, a inflação e diminuindo o crescimento em cascata até o país quebrar, quando o pais quebra isso é vantajoso apenas para quem? para o governo que ganha poder de intervenção, enquanto a população se ferra. Ou seja, hoje que estamos vivendo um pibinho, amanha estaremos vivendo uma crise na pior das hiposeses, ou entao um engessamento maior da economia, duas consequencias ruins. A solução é uma reforma triburia, se libertar do peso do estado que é alto nesse pais e sem retorno. Parabéns, vlw, flw.

1844278901

Daniel FavachoSim

Na França a carga horária é de 35h semanais e nem por isso houve crise na economia. A sua análise é equivocada pelo seguinte: com menor carga horária, mais pessoas precisam ser empregadas para manter o nível de produção. Com isso, a renda agregada da população aumenta, juntamente com a queda no desemprego e aumento de produtividade. Uma maior renda possibilita que o mercado fique mais aquecido, proporcionando elevação nas vendas dos empresários.

Square user masculino 418e2740fbf94a752b1882289354031b2dca271aa357d27789dd68e5c9a344c0

Joelmir BaumgratzNão

A sua análise também deixa de considerar alguns pontos: o aumento nos custos gera repasse aos preços, que diminui a renda real. O gargalo do Brasil não é a geração de empregos. Ao contrário, existiu nos últimos anos forte pressão sobre salários exatamente por falta de mão de obra em diversos setores. Diminuir a jornada não irá gerar mais empregos, só aumentará a pressão sobre aumentos salariais, que eleva o custo das empresas, que repassam para o consumidor via aumento de preços (ou quando inviável, via diminuição da produção e dispensa de funcionários), que diminui o poder de compra, que diminui consumo...
E não entendi como diminuir o número de horas trabalhadas aumentaria a produtividade. Não é o contrário?

Square user masculino 418e2740fbf94a752b1882289354031b2dca271aa357d27789dd68e5c9a344c0

Leonardo AraujoNão

Daniel, sua teoria só funciona em uma economia fechada. Na prática, aumentar o número de empregados para manter o nível de produção vai tornar os produtos brasileiros mais caros em relação aos produtos similares de outros países. Assim, além de importarmos mais e exportarmos menos, muitas empresas irão optar por transferir sua produção para países asiáticos.

Clint avatar

Caio PortasNão

Bora aumentar o salário mínimo pra dez mil reais também Aproveita e diminui o tempo de aposentadoria pra vinte anos. E já que tá com a mão na massa, também cria duas férias de trinta dias por ano. E como estamos por aqui, porquê não criar uma lei que dê estabilidade automática e perpétua a todo e qualquer trabalhador?^
Senador, delire menos. Antes de criar modelos trabalhistas que na prática vão quebrar a previdência, aumentar custos de produção e criar inflação, pense em realizar a REFORMA TRIBUTÁRIA e em investir em infra-estrutura pra reduzir o custo-Brasil. As leis trabalhistas precisam ser flexibilizadas, e não engessadas ainda mais.

1844278901

Daniel FavachoSim

Concordo que é necessária uma reforma tributária, e investimentos em infraestrutura. Entretanto, uma coisa não impede ao outra. Diminuir a carga horária não é "engessar" lei trabalhista.

Square user masculino 418e2740fbf94a752b1882289354031b2dca271aa357d27789dd68e5c9a344c0

Angelo BorsatoSim

Além da melhoria das condições de vida do empregado (reduzindo sua carga horária), a medida abre automaticamente novas vagas. Só são contra a medida patrões inescrupulosos.

Carregar mais comentários