Google– ou –

Nova versão do Pacote de Medidas contra a corrupção que foi aprovado pelos deputados e segue para Senado.

Proposto por 4 deputados
Antonio Carlos Mendes Thame do PSDB

Diego Garcia do PHS

Acabará com foro privilegiado para autoridades nos casos de crimes comuns (peculato, corrupção passiva, homicídio, ameaça, etc).

Proposto por 27 senadores
Acir Gurgacz do PDT

Aécio Neves do PSDB

Suspenderá temporariamente a atribuição do Presidente da República de nomear pessoas para cargos públicos enquanto o presidente estiver sendo julgado por Crimes de Responsabilidade, para evitar que as nomeações sejam usadas como "moeda de troca".

Proposto pelo deputado
Paulo Pereira da Silva do SD

Punirá com prisão, de 2 a 5 anos, o servidor público que enriquecer sem justificativa (enriquecimento ilícito).

Proposto por 5 deputados
Cabo Daciolo do PTdoB

Chico Alencar do PSOL

Obrigará a divulgação, na internet, de despesas pessoais do presidente da República, feitas com dinheiro público como, restaurantes, hotéis, empregados domésticos, telefone, dentre outros.

Proposto pelo senador
Ronaldo Caiado do DEM